#HistóriasdeConexão - Mãe Aline


Hoje no #HistóriasdeConexão quero dividir com vocês um trecho do livro – A Mãe Possível, de Carminha Levy e Laura Bacellar. O despertador toca e Aline suspire pensando em todas as coisas que tem para fazer aquele dia. Ela gostaria que o dia tivesse 36 horas para conseguir fazer tudo o que precisa. Acorda as três crianças e chama o marido para levantar. Ela vai precisar dar o café da manhã a todos e garantir que Júnior não esqueça o lanche como ontem. Precisa olhar se o uniforme da Camila está limpo, escrever um comunicado para a professora pedindo permissão para que libere a menina mais cedo para ir ao médico e preparar Luizinho para a Creche. Precisa trocar as fraldas, separar a roupa que ele vai usar durante o dia e não esquecer os remédios de homeopatia para a rinite do menino. Aline volta para o quarto para pedir ajuda ao marido, mas Pedro continua dormindo profundamente. “Ah meu quarto filho”, pensa ela. Dá – lhe uma boa sacudida e grita baixinho: “Socorro, ajude! “, mas ele não se mexe. Aline gostaria que um batalhão de gente aparecesse para ajudá-la. Ou pelo menos uma tia ou duas... - Mãe, o Júnior pegou meu lanche! – grita Camila já começando a chorar e a fazer birra. Aline olha e vê que de fato seu filho mais velho, de nove anos, pegou a lancheira da irmã e a está escondendo atrás de si, provocando a menina. Aline perde a paciência e saí estapeando os dois onde a mão alcança e grita – “Pááára!!! Não é possível que eles não percebam que estão atrasados! Todos começam a chorar, os dois que apanharam e Luizinho fazendo coro. (...) E assim começa o dia de Aline. Se identifico com alguma parte? E aí na sua casa, como é a sua rotina de mulher, esposa ou mãe? Em milhares de lares, muitas mulheres são todos os dias sobrecarregadas com as inúmeras tarefas que têm que fazer todo santo dia. São tantas coisas, tantos detalhes, que ao final do dia, está estressada e esgotada mentalmente. Muitas fazem dupla, ou tripla jornada. Quero ouvir sua história!! Vamos conversar melhor sobre esse assunto e sobre a saúde mental da mãe? Você sabia que estamos no Mês da campanha do Janeiro Branco. Essa campanha é uma conscientização que nós psicólogos fazemos em busca de mais saúde emocional e mais saúde mental. Se você se identificou com a #HistóriadeConexão de hoje, deixe um comentário sobre como anda a sua saúde emocional ou mande sua história para: debbys.garcia@gmail.com

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square