O SEU FILHO BRINCA? QUANTO TEMPO E DE QUÊ?

Sei que essas perguntas para muitos pais, soam como comuns e bobas, pois muitos sabem que brincar é algo natural na vida de uma criança. Mas infelizmente o que tem acontecido é que nossas crianças têm brincado cada vez menos.

Brincar é inato a criança, mas temos percebido que com o uso dos aparelhos eletrônicos, a falta de espaço nas casas ou nas ruas e os longos períodos que as crianças passam nas escolas, tem diminuído e muito, a qualidade e quantidade de brincadeiras de nossas crianças.

E o que isso pode prejudica-las?

Em tudo, eu diria, no aspecto neurológico, no seu desenvolvimento motor e no seu mundo psicossocial.

O brincar para a criança é tão vital quanto respirar. A criança enquanto brinca está se desenvolvendo em todos os aspectos.

No campo neurológico, enquanto uma criança brinca, ela está usando o seu cérebro para entender e compreender aquilo que está fazendo. Com isso ela amplia os seus neurônios e faz novos caminhos de aprendizagem no cérebro. Ou seja, quanto mais a criança brinca, mas o seu cérebro se desenvolve e evolui.

No seu desenvolvimento motor a criança enquanto brinca, ganha habilidades motora, percepção, noção de espaço, equilíbrio, etc. Você certamente já viu um bebê aprendendo a andar?

No começo ele anda cambaleando e depois vai aprimorando suas habilidades e o seu equilíbrio e um belo dia já está correndo por aí.

Isso tudo para a criança é uma grande brincadeira, mas aos nossos olhos, isso é desenvolvimento puro.

Socialmente e psicologicamente o brincar tem uma função maior ainda, pois a criança por até uns 6 ou 7 anos de idade, brinca de faz de conta e essa brincadeira de imitação da realidade, lhe ajuda a entender, compreender o mundo, perceber o que é certo ou errado e ainda a absorver as regras do mundo.

Enquanto psicóloga e psicopedagoga, sempre foi o meu passatempo predileto, ficar vendo as crianças brincarem. É lindo ver uma criança brincando de casinha por exemplo ou de escolinha. Enquanto a criança brinca, ela representa tudo o que acontece na sua vida. É um grande teatro! E através de suas falas, ela está elaborando o que acontece na sua vida, compreende como esse mundo funciona.

Certa vez, atendi uma criança que tinha acabado de perder a mãe e todos já tinham tentado conversar com ela sobre o assunto, mas essa criança se mantinha muda e não falava sobre o assunto.

Como todo psicólogo que atende crianças, tem uma caixa com brinquedos (e isso é proposital e faz parte do atendimento), essa criança se dirigiu para a caixa e começou a brincar. Ela brincou de carrinho primeiro, esses carrinhos se batiam o tempo todo, depois ela pega uma caixa com tampa, um pano e um bonequinho. Ela colocou o bonequinho dentro da caixa, cobriu com o pano e fechou a caixa. Enquanto ela fazia isso, muitos brinquedos estavam em volta dessa caixa. Essa criança não me disse nada, simplesmente fez essa cena, saiu e foi brincar com outras coisas depois.

Nessa cena, a criança tinha acabado de entender a morte, encenando o enterro da mãe. Nesse momento ela entendeu o que havia acontecido.

A linguagem da criança é a brincadeira. A fala vem muito tempo depois, como comunicação. Mesmo criança que já fala, se comunica e expressa o que está sentindo, que já tem idade para isso, ainda assim, ela irá se comunicar muito melhor pelo brincar.

Como disse antes, o brincar é vital para a criança. É o seu canal de comunicação.

Por isso, todos nós educadores e profissionais da saúde, defendemos o brincar e a qualidade desse brincar paras as crianças. A criança que não brinca, que não fantasia, que não se mexe, não tem um mundo interno rico, não tem grandes habilidades motoras.

Estimule o seu filho brincar, deixe que ele fantasie o seu mundo interno, leve-o para ter contato com outras crianças, leve- o para brincar ao ar livre, em espaços abertos. Assim você estará proporcionando um desenvolvimento mais rico e saudável para seu filho.

Quer saber mais, deixe suas perguntas nos comentários que responderei com o maior prazer.

Até a próxima

Deborah Garcia – Psicóloga, Psicopedagoga e Arteterapeuta

CRP: 06/62436

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square